Inverno é o melhor período para cicatrização estética

27
leandro.JPG

As baixas temperaturas favorecem as etapas de recuperação como inchaço e desconforto

Com a chegada da estação mais fria do ano, a busca por procedimentos estéticos aumenta em até 50%, como afirma a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Isso acontece porque o período de recuperação completo costuma levar meses e essa é a estação ideal para realizar a operação e aproveitar o verão com o corpo já restaurado e saudável. Além disso, o frio é um grande aliado no pós-operatório, ajudando a amenizar os efeitos da cirurgia e garantir que essa etapa seja mais confortável.


“O frio favorece o repouso necessário após a cirurgia e o corpo tem menos retenção de líquidos, causando diminuição do inchaço e dando mais conforto para a paciente”, é o que afirma o médico cirurgião plástico Leandro Faustino. 

Uso de roupas confortáveis

Alguns procedimentos estéticos, como a lipoaspiração e a abdominoplastia, necessitam do uso de cintas cirúrgicas, que são mais fáceis de serem usadas no inverno sem causar desconforto. Proteger e camuflar os curativos também se torna mais confortável, afinal o clima pede por roupas mais largas e que cubram todo o corpo.

Menos exposição ao sol

Nessa época do ano as pessoas costumam se expor com menos frequência ao sol, outra grande vantagem da estação. Segundo o cirurgião plástico, não é recomendável expor as cicatrizes à luz do sol pelo menos 6 meses após a cirurgia. “A exposição direta à luz solar pode deixar a cicatriz escura, por isso é essencial seguir as recomendações médicas para que o resultado seja de excelência”, completa Leandro.

A cirurgia plástica, seja estética ou reparadora, tem uma ligação direta com a autoestima e bem-estar. Por isso, além da escolha da melhor época do ano é necessário eleger um profissional especializado na área para que os resultados sejam positivos. “O cuidado com o paciente vem desde o primeiro contato com o cirurgião, existe uma série de procedimentos que ele precisa passar antes da cirurgia como avaliações, exames e, às vezes, até consultas com outros profissionais de saúde. Por isso é importante o paciente optar por profissionais com certificações e transparência em suas habilidades clínicas”, ressalta o médico. 

Sobre Leandro Faustino

Formado em medicina pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e com residência em cirurgia plástica na UNIFESP, passou parte de sua residência no mundialmente famoso Massachussets General Hospital, da Universidade de Harvard, nos EUA. Dr. Leandro Faustino coleciona especializações em instituições renomadas brasileiras e internacionais que possibilitam que ele realize com excelência mais de 30 procedimentos estéticos e de reconstrução.

É Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, possui Mestrado em Cirurgia Plástica Abdominal pela UNIFESP e pós-graduação em Cosmiatria, Laser e Procedimentos Estéticos no Hospital Israelita Albert Einstein. Ao longo de sua carreira coleciona prêmios e homenagens, com formação complementar nos Estados Unidos, em Dubai e na Áustria. É autor de artigos científicos, capítulos de livros e artigos em revistas de grande circulação na mídia.

Atualmente, faz parte do quadro médico de renomados hospitais como Sírio Libanês e Albert Einstein e Human Clinic. Saiba mais:
Site: https://doutorleandrofaustino.com.br
Instagram: @drleandrofaustino