Estudo da NUTRILITE™ mostra que 60% da população não consome a quantidade diária recomendada de frutas e hortaliças

10

 
A NUTRILITE™, líder em vendas de vitaminas e minerais do mundo, conduziu um estudo cuja principal conclusão foi que a maioria dos habitantes adultos do mundo (com variações entre 60% a 87%) consome menos do que o mínimo de cinco porções diárias de frutas e vegetais, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O Brasil, apesar de ser um dos maiores produtores agrícolas mundiais, também está abaixo da recomendação.

Para complementar as deficiências de vitaminas, minerais e fitonutrientes causadas pela má alimentação do brasileiro, a NUTRILITE™ desenvolveu o Daily Plus, multivitamínico com 12 vitaminas, 10 minerais e a proteção extra dos fitonutrientes. Naturalmente presentes nos concentrados de cenoura, blueberry, raiz forte, espinafre e acerola, os fitonutrientes dão cores às frutas e hortaliças e ajudam a equilibrar o organismo. Em um único tablete com fórmula desenvolvida especialmente pra o Brasil, o NUTRILITE™ Daily Plus oferece dez vitaminas e Zinco com 100% da ingestão diária recomendada.

O NUTRILITE™ Daily Plus está disponível no mercado em versões de 30 e 90 tabletes, podendo ser adquirido diretamente com os distribuidores Amway, nas lojas da marca em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Recife, ou pelo site:www.amway.com.br. Os valores sugeridos são de R$ 52,00 (30 tabletes) e R$ 139,00 (90 tabletes).

 

 Os resultados do estudo

“Descobrimos que 60% dos sul americanos consomem menos que cinco porções de frutas, legumes e hortaliças por dia – valor mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, explica Kevin Gellenbeck, Ph.D. em biologia da NUTRILITE™. O cientista reforça ainda que esta população não consome a variedade adequada de fitonutrientes: o ideal é a ingestão de pelo menos uma porção de cada grupo de cores diariamente (amarelo-alaranjado, branco, vermelho, azul-roxo e verde).

O estudo também constatou que os brasileiros consomem mais pães, arroz, feijão e carnes, o que exige uma complementação nutricional diária para atender às demandas do organismo por fitonutrientes. Entre os motivos que contribuem para a dieta desequilibrada da população brasileira foram apontados, além da falta de hábito de consumo destes itens, o aumento do consumo de fast food e os preços dos alimentos.

Segundo a nutricionista clínica e fitoterapeuta Vanderli Marchiori, cada um dos grupos de cores de alimentos apresenta um benefício específico para a saúde do corpo. “Vegetais brancos, por exemplo, possuem alicina e quercetina, ativos saudáveis para os vasos sanguíneos, articulações, ossos e coração. Já os vermelhos, presentes no tomate e morango, por exemplo, apresentam ácido elágico e licopeno, que são essenciais para o bom funcionamento de órgãos, como coração, estômago, pulmão, pele e até a próstata”, exemplifica Vanderli.

 

Branco: Saúde das Articulações
Amarelo-Laranja: Saúde dos olhos
Vermelho: Saúde do coração
Azul-Roxo: Saúde do cérebro
Verde: Saúde das células

Por Lara Müller
Fotos: Divulgação