Marina Ruy Barbosa lança Ginger, sua marca de roupas sustentáveis

54

A atriz embarca como empresária no ramo fashion. Primeira coleção da grife já está esgotada

Modelos da Ginger
Foto: SHOP GINGER

Enquanto as gravações de novelas e algumas produções estão suspensas devido à Covid-19, a atriz Marina Ruy Barbosa aproveitou o momento de distanciamento social para tirar alguns planos do papel. Entre eles, a sua paixão pelo universo fashion. O desejo de investir na área ganhou forma e foi batizado de Ginger, a mais nova marca de moda do mercado. Com foco na sustentabilidade, a primeira coleção da grife foi lançada nesse domingo (26/7), e já teve todas as peças esgotadas.

A Ginger é comandada pela atriz em sociedade com a diretora de marketing Vanessa Ribeiro, nome por trás da marca Tigresse. Quem também abraçou a novidade foi o designer Leandro Benites, responsável pelo desenho dos visuais comfy, que têm um toque de alfaiataria e streetwear.

A nova vertente fashionista de Marina Ruy Barbosa carrega sua marca registrada: os fios ruivos. Além do nome, que faz referência ao cabelo da atriz, o tom laranja também marca presença na identidade visual da marca. E não poderia ficar de fora das primeiras peças.

Na última semana, a label gerou burburinho nas redes sociais com publicações em diferentes tons alaranjados. Entre as postagens, Marina registrou uma ida à feira com um look de moletom na mesma coloração vibrante. Depois de dois dias, a carioca compartilhou um vídeo com uma modelo usando o mesmo conjunto. A postagem foi legendada com dica de que um novo projeto estaria saindo do forno.

https://www.instagram.com/p/CDF56r5JQ58/?utm_source=ig_embed
Modelo com conjunto de moletom
O nome remete às madeixas de Marina, sua marca registrada
Esboço de peças da marca Ginger
Os visuais foram desenhados pelo estilista Leandro Benites
Vanessa Ribeiro, Maria Ruy Barbosa e Leandro Benites
Vanessa Ribeiro, Marina Ruy Barbosa e Leandro Benites: o trio por trás da Ginger

“Os produtos são fruto da vontade de fazer diferente, de desenvolver projetos que reflitam nossa natureza interna. Acreditamos que juntxs podemos e devemos transformar e ressignificar a vida e a forma de enxergarmos e usarmos a moda”, comunicou a marca.

Intitulada como Prefácio, a coleção de estreia da etiqueta é composta por itens confeccionados em algodão orgânico. Sinônimo de conforto e ergonomia, a matéria-prima aparece nas cores branco, bege, verde militar, lilás e o icônico laranja.

“Acredito em uma moda com olhar para o futuro, com mais atenção ao meio ambiente e preocupada com o impacto”, escreveu Marina Ruy Barbosa no Instagram. Segundo ela, a marca tem seu DNA. A atriz participou de todos os detalhes, desde a criação da empresa até a escolha de tecidos, modelagem e acabamento junto à equipe.

Seguindo a vertente do comfywear, a coleção é recheada por peças de moletons que podem ser usadas separadas, mas que se complementam entre si, independentemente das cores. Os shorts e calças são de cintura alta e recebem amarração por cordão, com cós espesso e texturizado.

Outra opção são as blusas com capuz. A modelagem dos casacos apresenta mangas bufantes, com design reto construído por entretelas na peça. Para a coleção inicial, a marca também lançou o primeiro acessório, uma ecobag de lona. O item é composto por algodão e traz estampa do logotipo da Ginger.

Modelo com conjunto de moletom
A nova empreitada fashion deu o que falar nas redes sociais
Modelo com conjunto de moletom
A primeira coleção da grife foi lançada nesse domingo (26/7) e já está esgotada no e-commerce
Sacola da Ginger
A coleção é intitulada como Prefácio

Gerando Falcões
A Ginger também tem cunho social. A grife destinará 100% de seus lucros à ONG Gerando Falcões. A renda arrecadada a partir das vendas da primeira coleção irá para o projeto que apoia jovens e adolescentes que vivem em favelas do Rio de Janeiro.

Fonte: Metrópole