Palm Island Resort & Spa: o lugar ideal para celebrar a vida nas Granadinas

8

Texto: Maurício de Souza
Imagens: Maurício de Souza

Uma pequena ilha no arquipélago do país-insular São Vicente e Granadinas, é um paraíso na Terra onde agradecer por estar vivo todos os dias. Para chegar a esse paraíso é preciso ter muita disposição para querer fugir de tudo e de todos, pois o lugar é bem remoto e super exclusivo. Afinal, dizem que os lugares mais espetaculares são aqueles de difícil acesso. Para chegar lá é possível ir por Miami, nos Estados Unidos, em seguida um voo até à ilha de São Vicente, logo um outro voo até Union Island e finalmente uma viagem de barco de 15 minutos até esse lugar incrível.

O hotel se encontra em uma ilha particular de somente 0.54 km² com cinco praias e algumas trilhas. Palm Island pertence ao grupo das Antilhas Menores. A diferença entre as Antilhas Menores e as Grandes Antilhas é que por as primeiras estarem próximo da linha imaginária do Equador, são mais exuberantes, verdejantes e com uma flora e fauna endêmicas. Para os amantes de sustentabilidade, o hotel tem gerador de energia solar, água dessalinizada, painéis solares e uma horta orgânica.

Totalizando 41 aposentos divididos em chalets à beira mar com vista para o Mar do Caribe, chalets com vista para as palmeiras e com vista parcial da praia, suítes alojadas em dois andares estilo palafita e lofts, que são chalets de madeira individuais com terraços privativos e vista para o mar.

Os quartos e suítes estão posicionados dentro da propriedade de modo que o hóspede tenha total privacidade. O estilo é “Caribbean chic”, ou seja, aposentos com uma decoração mais despojada, porém não faltando nada para o hóspede exigente.

Vale lembrar que quem se hospeda em Palm Island, não está esperando um hotel cinco estrelas típico de cidade e sim um lugar para se repousar e deixar o tempo passar, um local onde a tela da televisão de plasma é o azul neon do Mar do Caribe e o toque do telefone é o canto dos pássaros.

O hotel não dispõe de televisão, telefone e nem internet nos aposentos justamente para que o hóspede se desconecte dos problemas deixados em casa. Tudo se resolverá depois da viagem! Serviço de internet só funciona na área da recepção. Cada quarto e suíte é decorado com o chão em terracotta e é espaçoso ao máximo. Frigobar com água mineral, cerveja, refrigerantes e outros itens inclusos na diária e repostos diariamente, roupões e toalhas felpudas e macias, camas gigantescas e máquina para fazer café e chá, fazem com que a estadia seja maravilhosa.

A primeira refeição do dia é no restaurante com vista para o mar, Royal Palm. Além do buffet chic com inúmeras delícias, é possível pedir pratos quentes à la carte. Todas as refeições e bebidas estão inclusas na diária. Esse mesmo restaurante oferece um churrasco semanal com peixes frescos, carnes, lagosta (durante a temporada) e é de tirar o fôlego de tão bom.

Já o almoço é servido no restaurante Sunset Grill, um outro local de frente para o mar. Típico restaurante pé na areia e o preferido dos hóspedes. Pratos, como pizza, saladas, ceviches e tantas outras maravilhas gastronômicas compõem o magnífico cenário. O sashimi de peixe marlin e o marlin grelhado são dos deuses.

O jantar é servido novamente no restaurante Royal Palm e todos os pratos são divinamente elaborados e apresentados pelo chef de cozinha Baka, que usa somente produtos sazonais, ervas e vegetais colhidos na horta orgânica do hotel. Uma vez por semana, a simpática Gerente Geral, a senhorita Katie Rosiak, oferece um coquetel para os hóspedes. Durante o evento, é possível dançar e escutar música caribenha, além de saborear entradinhas da culinária internacional e apetitosos sushis. Tudo regado ao delicioso rum caribenho.

Há muito o que se fazer na ilha ou não fazer nada. Os clientes podem utilizar uma das tantas bicicletas para fazer passeio pela ilha, tomar banho na piscina, jogar sinuca ou ir à academia de ginástica, que além dos aparelhos convencionais tem um sala para a modalidade TRX. O hotel organiza passeios pelas outras ilhas, como Tobago Keys onde foi rodado o filme “ Os Piratas do Caribe” com os atores Johnny Depp, Orlando Bloom e Keira Knightley. Uma visita ao Spa também é quase que obrigatória. A massagem “Ultimate Deep Tissue” é recomendável e o Spa utiliza produtos com ervas e sementes orgânicas cultivadas na própria ilha. Os quartos de tratamento ficam de frente para o mar e fazer a massagem com o barulho do mar é algo inexplicável.

Por fim, se estiver buscando aquele lugar para celebrar cada momento vivido, o Palm Island Resort & Spa é o lugar mais que perfeito. Vale a pena vivenciar ali cada minuto de sua vida. O lugar é mágico e encantado como em um conto de fadas.

Para mais informações:
www.palmislandresortgrenadines.com