O novo talento da música eletrônica

26 jan, 2017

Com apenas 19 anos e dono dos hits “Rock U”, “Bring it Back” (em parceria com Illusionize), “I’m a Wild” e de vários outros sucessos, DJ Vinne já é um dos nomes mais comentados no mundo da música por sua originalidade. O menino que começou a produzir o seu próprio som aos 13 anos de idade por diversão resolveu investir cedo no sonho de tocar para multidões e hoje Vinne é um dos grandes destaques nacional no quesito DJ e produção. Acompanhe a conversa que a COOL teve com ele:

Como e quando foi que a música entrou na sua vida?

Acredito que já nasci com ela na alma. Não consigo me lembrar de uma fase da minha vida em que a música não esteve presente. Alguns chamam de dom e eu acredito que realmente seja. Não me imagino sem isso.

Você se inspira em algum DJ? Quem são os seus ídolos hoje na música eletrônica?

Deixa eu pegar aqui minha listinha (risos). Eu procuro sempre buscar influências em DJs e produtores em que a música está acima de rótulos ou qualquer outra coisa pretensiosa. Ultimamente tenho escutado bastante Disciples, Claude VonStroke, Tube & Berger, Duke Dumont, Flume e, claro, Eric Pridz e Deadmau5.

Quais são os projetos futuros?

Lançar em uma label como a Ultra Music, por exemplo, é uma meta que tenho desde sempre, mas sem pressa. Quero ir conquistando aos poucos e ter mérito para isso. O resto eu vou deixando rolar.

Tem o sonho de tocar junto com alguém em especial?

Eu sempre acompanhei o trabalho de vários produtores brasileiros e sonhava em dividir palco com eles um dia. É gratificante dizer que esse é mais um sonho realizado, além de poder considerá-los meus amigos.

O que você considera o seu diferencial?

Eu acredito que o diferencial de todo artista é sua “identidade”. Eu tento ser o mais diferente possível. Acho que isso faz parte da minha personalidade e procuro sempre levar isso também para música.

Texto: Camila Miranda / Foto: Érico Salutti

Posts relacionados

Deixe uma resposta