No flow aqui e ao redor mundo

20 jan, 2017

Marian Meirelles – ou Marian Flow – e José Octávio Guinle, a.k.a. Zeo Guinle, formam o casal mais proeminente da música eletrônica brasileira. Conhecidos como o duo Flow & Zeo, eles já tocavam individualmente: Marian se envolveu com o meio depois de frequentar diversas boates de Nova York e Zeo já fazia parte da cena desde a adolescência. Marian conta que os dois só foram se encontrar pela primeira vez no final dos anos 90, quando o Zeo estava promovendo um evento de música eletrônica, e foi na Chapada Diamantina durante o Carnaval de 2000 que eles uniram forças. Desde então a dupla tem estourado mundo afora.

Os sets do Flow & Zeo focam principalmente no house e no techno, gênero que levou o casal a tocar nos quatro cantos do mundo. E não é exagero – os dois tiveram a oportunidade de tocar nos festivais Tomorrowland Bélgica, no Creamfields e na Love Parade em Berlim; além de dominarem os line ups brasileiros de maior destaque: Rock in Rio em 2011, Warung Day Festival, Tribaltech, Universo Paralello, Rio Music Conference, Tomorrowland Brasil (pois dois anos consecutivos!) e muitos outros. Mas depois de passarem por tantos lugares, ainda resta algum cantinho inexplorável na Terra para eles? “Podemos citar Austrália e Japão como novos territórios que gostaríamos de explorar”, contam. “Todas as experiências são únicas e muitas gigs foram marcantes na nossa vida e carreira. Temos vontade de conhecer muitos outros lugares, adoramos viajar, ainda mais fazendo o que amamos juntos”.

Não bastasse estarem nos eventos e festivais mais badalados, eles também marcam presença em selos nacionais e internacionais como Great Stuff, Warung Recordings, Electronique, Skint, Dear Deer, Kling Klong, TB Records, Hotfingers, 303Lovers e muito mais. Mas como eles costumam criar suas produções? “Pesquisamos música constantemente, ouvimos bastante demos e promos e mantemos nosso trabalho em estúdio atualizado com novas tracks”, explicam. “Nossos sets são bem dinâmicos e procuramos construir uma história de acordo com a atmosfera onde estamos tocando”.

Outra faceta do Flow & Zeo aparece em seus empreendimentos que estão por trás da carreira de DJs, como o selo Tropical Beats e a empresa Kreativ Produções, focada na produção e coprodução de alguns eventos como o noon, Raww x Room Rio, High e outros. Tanto a Kreativ quando a Tropical Beats têm grande importância no futuro deles. “No momento estamos estudando novos instrumentos (guitarra e piano) e planejando a construção do nosso novo estúdio”, revelam. No fim, o grande objetivo deles é “continuar evoluindo e vivendo da música”.

Um fato interessante sobre o duo é que ele já coleciona algumas aparições em trilhas sonoras. Marian e Zeo já fizeram faixas exclusivas para embalar as coleções das marcas Farm, Equatore e Limits; e emprestaram suas batidas para duas tracks que entraram no filme Paraísos Artificiais, de Marcos Prado: “True Story” e “I Use to Say”.

Independente do meio, o Flow & Zeo é conhecido pela qualidade de suas apresentações, sua carreira sólida e uma dedicação integral à música eletrônica e tudo que a envolve – uma verdadeira dupla COOL. Afinal, para eles, ser Cool é “ser verdadeiro com a sua essência”.

www.soundcloud.com/flow-zeo

www.facebook.com/flowezeo

Texto: Jacqueline Elise / Foto: Divulgação

Posts relacionados

Deixe uma resposta