Hotel Baccarat, um símbolo de glamour em New York

13 jun, 2019

Para os amantes do mundo de cristais Baccarat, o hotel Baccarat é o colírio dos olhos na Big Apple.

A história da tradicional marca francesa Baccarat teve início com a permissão dada pelo rei Louis XV ao bispo de Metz, monsenhor Louis de Montmorency-Laval, para fundar, em 1764, a fábrica de vidros e cristais Saint-Anne, no então vilarejo de Baccarat, localizado na província de Lorraine, na região leste da França. Nesse pequeno vilarejo estavam implantadas as raízes daquela que viria a ser uma das mais conceituadas cristalerias do mundo.

Seu objetivo era criar uma fábrica de vidros de arte para concorrer com as da Bohemia, extremamente famosa na época. Inicialmente, a nova empresa fabricava placas de vidro para janelas, espelhos, copos e taças. Depois de diversas invasões durante a Revolução Francesa e as guerras do império, a fábrica ressurgiu como cristaleira com o nome de Baccarat, graças ao industrial belga Gabriel Aimé d’Antiques. No famoso palácio francês de Versailles, os magníficos lustres de cristal são Baccarat.

Essa marca francesa é uma unanimidade já referenciada por marajás, monarcas e, posteriormente, chefes de estado, artistas, renomadas grifes mundiais e consumidores exigentes do mundo inteiro. São gerações e gerações de vidreiros, sopradores, cortadores, técnicos e engenheiros que mantêm um apurado controle de qualidade. Ao longo dos anos, as coleções foram revisitadas e são fabricadas até os dias de hoje.

O cristal é fabricado a partir da junção de água, areia, potássio e chumbo, misturados e aquecidos a mais de 1.200 graus, transformando-se em uma massa uniforme e maleável que permite criar as mais variadas formas. A coloração é obtida com a adição de elementos como ouro, cromo e manganês. As peças são lapidadas à mão como pedras preciosas, em um processo artesanal repleto de caprichos e requintes. O governo brasileiro possui a maior quantidade de cristais Baccarat seguido da Alemanha e a França.

Hotel Baccarat New York

Localizado na prestigiosa Rua 53, em frente ao Museo de Arte Moderna (MOMA), o hotel tem um endereço privilegiado no m² mais procurado da cidade. Não muito distante, estão as mais importantes lojas de moda da Quinta Avenida e o Rockefeller Center.

Já quando se chega ao hotel ‘se respira’ cristal Baccarat, pois é impossível não notar o gigantesco painel iluminado com 1800 copos de cristal. O cristal Baccarat é sinônimo de requinte. Os interiores do hotel brilham de uma maneira inesquecível com 15.000 peças de cristal Baccarat espalhadas por todos os lados.

A equipe de design francesa Gilles & Boissier foi bem dramática, optando por muita iluminação ambiente, piso de madeira em espinha de peixe, uma grande quantidade de cristal e tecidos suntuosos e elegantes. A recepção se encontra em um piso superior e é conectada ao Grand Salon onde tudo acontece. Couro crocante, peles falsas que cobrem as cadeiras, sofás de pelúcia e grandes “objets d’ art”, o Grand Salon é o local para ver e ser visto enquanto se toma uma copa de champagne admirando os 17 suntuosos lustres em cristal feitos à mão.

Todos os 114 quartos e suítes são luxuosamente decorados com roupas de cama esplendorosas, uma cama tão confortável que não dá vontade de sair do quarto, cascatas de mármore branco, copos de cristal Baccarat no banheiro, nos quartos e no minibar, e uma luxuosa caixa de presente com produtos de banho Rouge 540 da casa de perfumes francesa Francis Kurkdjian.

540° é a temperatura em que os fornos da fábrica de cristais Baccarat são aquecidos de modo a obter os vidros de perfume. Para os amantes de tecnologia, o hotel agrada ao hóspede mais que exigente com um dispositivo que controla a iluminação, a temperatura e o entretenimento, conectando o cliente a todos os departamentos de serviços do hotel como em um toque de mágica.

O Grand Salon e o Bar são os lugares mais frequentados do hotel até mesmo por clientes externos. Quando a noite se aproxima, o hotel recebe muitos executivos e muita gente bonita que vêm tomar um drink no fabuloso bar ou ainda jantar no delicioso e aconchegante restaurante.

O restaurante no Grand Salon é pilotado pelo chef francês Gabriel Kreuther, que tem um restaurante de duas estrelas Michelin na cidade. Chef Kreuther utiliza produtos sazonais e presta homenagem a sua nativa região da Alsácia, na França, como Spaetzle, chucrute e coelho, apesar de caviar e foie gras fazerem parte do menu, que muda constantemente.

Para começar um delicioso jantar recomenda-se um Kir Royal servido em uma copa de cristal Baccarat, em seguida tartare de atum apimentado, badejo preto com molho de alho porró e para terminar um Strudel de maçã com sorbet de ameixas e licor Armagnac. É necessário lembrar que existe uma consumação mínima de 75 dólares americanos por mesa.

O café da manhã é servido no Grand Salon. A omelete com queijo Comté, cogumelos e tomate é uma delícia. A lista de chás para acompanhar a primeira refeição do dia é da casa francesa Mariage Frères. Para finalizar a estadia, o hotel tem um Spa que é administrado pela empresa de cosmetologia francesa La Mer, o primeiro e único da empresa nos Estados Unidos. O Spa tem uma piscina e uma espaço wellness com aparelhos de ginástica multifuncionais também.

Um hotel cinco estrelas com um serviço impecável trará eternas lembranças e uma estadia no hotel Baccarat New York será lembrado para o resto da vida.

Baccarat Hotel New York é membro da Coleção Legend da Preferred Hotels & Resorts, o maior grupo de hotéis independentes de luxo do mundo.

Maiores informações:
Site: www.baccarathotels.com
Instagram: @baccarathotels
Instagram da agência de viagens: @luxelatam

Posts relacionados

Deixe uma resposta