GO VEGAN!

21 ago, 2019

Veganismo, vegetariano, cruelty-free são conceitos muito difundidos e importantes nestes últimos anos. No Brasil, aproximadamente 5 milhões de pessoas são adeptas do veganismo – filosofia que exclui o consumo de produtos e serviços provenientes da exploração animal, como rodeios, vestuário, alimentos e cosméticos. Embora o número seja significativo, o mercado vegano começa a ser explorado só agora. Mas você realmente sabe a diferença entre eles?

Dia 1o de novembro é celebrado o Dia Mundial do Veganismo. Além da alimentação, esse estilo de vida vem ganhando espaço na indústria cosmética. Embora cada vez mais se fale sobre o assunto, ainda há muita confusão entre o que é um produto vegano e o que é um produto cruelty-free. “Os ditos veganos não utilizam matérias-primas de origem animal, o que não significa que ele seja natural ou orgânico.

Ele pode ser inteiramente sintético e, ainda assim, continuar sendo vegano”, explica Patricia Lima, fundadora da Simple Organic, marca de cosméticos naturais, orgânicos, veganos e cruelty-free.

A expressão cruelty-free, por sua vez, vem do inglês e significa “sem crueldade”. Dessa forma, os cosméticos que compõem essa categoria não realizam testes em animais. Todavia, isso não significa que não há matérias-primas provenientes de origem animal em sua composição. “Ou seja, é possível ser cruelty-free, sem ser vegano”, acrescenta a empresária. “A nossa concepção de beleza natural ultrapassa os limites da maquiagem, invadindo o lifestyle, em produtos que representam o nosso consumidor em todas as suas esferas: desde o cuidado com a saúde até a preocupação com a cadeia sustentável”, conclui.

Linha Corretivos Sólidos – R$ 85 – 7 tons de corretivo
Formulado com extrato de calêndula, óleo de copaíba e óleo essencial de lavanda, nosso corretivo compacto vem com textura que facilita a aplicação e deixa a pele com toque aveludado.

Green Water On 100% Natural – 50ml- R$45,00 (cada) A Green Water ON atua como estimulante. Feita a partir de Alecrim e de Pitanga, estimula fisica ementalmente, ajudando na memória e aliviando fadiga mental.

Linha Plant Based – R$ 130 (cada)
Cor: Medium
A primeira linha de bases líquidas com uma oferta de tons inédita no mercado de maquiagem orgânica: são 10 tons de base, com o objetivo de atender cada vez mais a diversidade de peles do nosso país.

A The Body Shop, marca inglesa ativista de cosméticos naturais, lança produtos para garantir um ritual de beleza completo para o rosto. A linha Drops of Youth, que combate o envelhecimento estimulando a regeneração das células da pele, aumenta o portfólio com dois novos itens: a Espuma de Limpeza e a Máscara 2 em 1 para a área dos olhos.

Os lançamentos da linha Drops of Youth apresentam uma formulação especial proveniente de células- tronco de plantas que ajudam a combater os primeiros sinais de envelhecimento. Eles intensificam a renovação da pele – o processo natural de substituição de células mortas nas camadas mais superficiais por novas, provenientes das camadas mais internas. Seu uso contínuo, revela uma cútis mais macia, jovem e saudável. Os itens são veganos e enriquecidos com Óleo de Babaçu Orgânico obtido por meio do Comércio com Comunidades do Brasil.

Espuma de Limpeza Facial Drops of Youth – 150ml R$ 85,00
Aplicar de manhã e à noite, como primeiro passo do ritual de beleza.

Máscara de Tratamento 2 em 1 para olhos Drops Of Youth – 20ml R$140,00
Use pela manhã e à noite após a limpeza e tonificação da pele.

Pensando em atender essa tendência da gastronomia mundial, restaurantes como o Kitchin lançam um menu exclusivamente vegano. O cardápio inclui nas opções de entrada: salada preparada com mix de legumes, mix de folhas, tofu e moyashi e Aguedofu de Shimeji com tofu. Nos Temakis: Shimeji, Shitake, Tofu, Califórnia Vegano e Wakame.

Uma seleção de nove sushis também integram o menu como: niguiri de cenoura, niguiri de shitake, niguiri de milho, niguiri de aspargos, gunkan de brócolis, gunkan de wakame, gunkan de tofu, gunkan de shimeji e gunkan de endamame. No uramaki com oito unidades o cliente pode optar pelo Especial Vegano feito com aspargos, manga, pepino, cenoura e lâminas de abacate ou de Shimeji.

Para completar, a sobremesa fica por conta da Mousse de Chocolate Vegana, feita a base de tofu. O chef Denis Watanabe também preparou um combinado, que pode variar, com 12 peças que custa R$ 90. @restaurantekitchin

Natália Prieto criou em 2015 a Vovó Vegana – www.vovovegana.com.br – confeitaria especializada em bolos e doces artesanais veganos. Ela e sua família, que produziam em casa doces veganos sob encomenda, notaram que a aceitação do público foi imediata e a demanda pelos produtos superou as expectativas iniciais.

Então, a grande procura transformou o negócio familiar em uma empresa sólida, que opera em uma cozinha industrial no centro de São Paulo atendendo revendas e consumidor final. Segundo Natália, o maior desafio no crescimento do negócio é romper preconceitos. “Lutamos diariamente para mostrar às pessoas que doces sem ingredientes de origem animal podem ser extremamente saborosos. É mito achar que a culinária vegana é difícil, mais complicada ou cara.

É apenas uma questão de rever valores, a origem de seu alimento e manter-se aberto a novas experiências gastronômicas”, afirma. Como forma de disseminar o ideal vegano e despertar nas pessoas a importância do consumo consciente, parte do dinheiro das vendas é destinada para a ONG Olhar Animal – www.olharanimal.org – que realiza um trabalho informativo e legislativo na causa animal. Nao apenas uma “moda”, devido as necessidades do nosso planeta, todos devemos rever nossos conceitos de vida e consumo. Aproveitar e refletir sobre o que temos e consumimos, sobre nosso corpo e nossa casa – A Terra!

Texto: Bruna Man

Posts relacionados

Deixe uma resposta