Como prolongar sua vida

14 fev, 2019

Ao longo de toda história da humanidade procuramos formas de viver mais. Os alquimistas antigos tinham até um nome para essa fórmula mágica que procuravam: o Elixir de Longa Vida. Só que sempre teve um grande problema, era muito difícil saber o que funcionava ou não. Por exemplo, se eu te falasse que fazer exercícios variando alta e baixa intensidade iria prolongar sua vida, e você fizesse, só iria saber se eu estou certo daqui a algumas décadas.

Só que hoje conseguimos medir com precisão nosso envelhecimento celular. E fazemos isso com base no tamanho da ponta de nossos cromossomos, os telômeros. Quanto mais curta, mais velhas nossas células. E também já sabemos que algumas coisas fazem nosso telômero crescer (rejuvenescer), e outras os encurtam. Então posso te falar hoje que estudos mostraram que, fazendo os exercícios intervalados (que citei acima), as pessoas apresentam aumento no tamanho dos telômeros, ou seja, rejuvenescem biologicamente.

Esse assunto rendeu para a maior especialista em telômeros, Elizabeth Blackburn, um prêmio nobel de medicina em 2009. Mas vamos deixar de falar de ciência para trazer isso um pouco para nosso cotidiano. Hoje, diversos estudos foram feitos por essa pesquisadora e por outros grupos, e sabemos uma série de coisas que nos rejuvenescem e outras que nos envelhecem.

São hábitos que aumentam nosso telômero: Forte propósito de vida, stress positivo, meditação, foco no que está fazendo, perder peso, relacionamento social, casamento, apoio emocional, atividades físicas, sono adequado, yoga, exercícios intervalados e musculação de alta intensidade.

E aqueles que nos prejudicam, diminuindo nosso telômero e nos fazendo envelhecer: comer alimentos industrializados, crianças expostas a acontecimentos adversos, pais obesos geram filhos com menores telômeros, inflamação crônica, pensamentos de hostilidade/raiva/destrutivos, ansiedade, depressão, carboidratos refinados e resistência a insulina, gordura visceral, exposição a produtos químicos (fumo, poluição atmosférica, agrotóxicos), discriminação racial/sexual, pobreza, etc.

É importante notar que além da questão da alimentação e da atividade física, que sabemos há muito tempo influenciar nossa longevidade, essas pesquisas mostraram que nosso bem estar psicológico também influencia muito em nosso envelhecimento (ou rejuvenescimento) biológico.

ESPAÇO VOLPI
Rua Groenlândia, 390
São Paulo – SP | Tel.: (11) 4750-1577 contato@espacovolpi.com.br

Posts relacionados

Deixe uma resposta