Belmond Hotel Caruso: o verdadeiro paraíso na Terra

02 jul, 2019

Localizado no vilarejo de Ravello, no alto da montanha e com vista de cartão-postal para o Golfo de Salerno, o hotel é um espetáculo. Como está bem próximo da cidade de Amalfi, na Costa Amalfitana, um serviço de transporte gratuito é oferecido aos hóspedes que desejam visitar a cidade.

A história do Belmond Hotel Caruso é bem complexa. Por volta do século XI, o barco de uma família de aristocratas romanos naufragou quando viajava pela Costa Amalfitana. Como agradecimento por ter sobrevivido, a família construiu um magnífico palácio no topo da montanha. Em 1500, o palácio foi completamente restruturado e, nos séculos XVII e XVIII, artistas locais pintaram afrescos em vários locais da propriedade. Somente em 1823 que o hoteleiro Pantaleone Caruso começou a alugar cinco dos quartos da residência mudando o nome do palácio eventualmente para hotel Caruso Belvedere.

Após um jornalista do New York Times ter escrito sobre o hotel, o local ficou conhecido entre muitas celebridades como Jacqueline Kennedy Onassis, Gore Vidal, primo da ex-primeira-dama e escritor, são figuras que passaram pelo luxuoso hotel. Jacqueline Kennedy Onassis ficou no local durante três semanas e teve Gianni Agnelli, ex proprietário da FIAT, como guia até o momento de retornar à Casa Branca, em Washington, D.C.

No ano de 2000, a rede hoteleira Belmond comprou o hotel e, com a ajuda do arquiteto Gennaro Passerotti e do designer Federico Forquet, em 2005 transformaram-no em um lugar dos sonhos.

Telas pintadas a óleo, tecidos feitos para o hotel e azulejos pintados à mão, fazem parte do embelezamento. O hotel é todo decorado em grande estilo onde corredores em mármore complementam os arcos com vista para o mar, afrescos e pinturas napoletanas antigas e, ao mesmo tempo, oferece todo conforto para o hóspede moderno e exigente. Totalizando 50 quartos e suítes, a maior parte dos aposentos tem vista para o mar e um terraço.

As villas, somente três, são superespaçosas e com terraço e espreguiçadeiras com vista para o mar. Cada villa tem um belíssimo e perfumado jardim com árvores centenárias, flores e ervas aromáticas. Logo na entrada da villa, o hóspede se depara com uma pequena sala de estar com uma  biblioteca com livros antigos e uma outra pequena sala para leitura.

O quarto tem uma televisão que fica armazenada dentro de um pequeno armário ao pé da cama e quando se aciona o controle remoto, eis que a televisão aparece. Piso em madeira e terracotta, pinturas napoletanas, móveis em madeira de lei e roupas de cama em puro algodão egípcio fazem qualquer hóspede sonhar de olhos abertos. O banheiro gigantesco é em um ofuscante mármore branco com banheira e pias separadas e amenidades das casas de cosméticos italiana Bvlgari e inglesa Penhaligon’s.

Uma escada também em mármore branco conduz o hóspede a um andar inferior onde se encontram um outro banheiro com duas pias separadas e uma jacuzzi. Para o hóspede da villa é deixada uma caixa com quatro gravatas da famosa casa napoletana Isaia para serem usadas durante a estadia no hotel.

O café da manhã é vasto com queijos, sucos naturais, pães, tortas, cereais e um mundo de delícias. O estilo é buffet chic, mas o hotel propõe um serviço à la carte também. A gastronomia do hotel é supervisionada pelo chefe Mimmo di Raffaele, que sugere uma culinária mediterrânea utilizando produtos frescos e ervas aromáticas do próprio jardim. Esse jardim é fantástico com limoeiros, oliveiras, laranjeiras e uma quantidade infinita de plantas comestíveis.

A piscina de borda infinita é o local de escolha para muitos hóspedes para apreciar a bela vista para o mar e as montanhas enquanto tomam um Aperol Spritz. A poucos passos está o renomado restaurante Piscina, que serve almoço como pizza feita no forno à lenha, massa “linguine” com mexilhões e abobrinha, massa “spaghetti” com molho colatura, limão e anchovas e outros pratos saborosos. À noite (das 19 às 23 horas) o “Sparkling garden” serve champagne com canapés e comidinhas deliciosas.

Para os que queiram um pouco mais de privacidade, o hotel tem a Villa Margherita, que oferece duas suítes com jardim e terraço com vista para o mar. Cada suíte tem seu banheiro privativo e a decoração consiste em muitos espelhos, móveis feitos à mão, vários armários espaçosos e piso em madeira de lei e terracotta. Lindos são os lustres e os belíssimos afrescos pintados à mão. Se o cliente alugar as duas suítes juntas, além do mordomo, o hotel põe à disposição um chefe para preparar o café da manhã e todas as refeições.

Como a Villa Margherita não fica dentro da propriedade hoteleira e está localizada em uma rua próximo do hotel, os hóspedes da Villa Margherita têm livre acesso aos ambientes do prédio principal e a todos os serviços. Justin Bieber se hospedou nessa villa e gastou o equivalente a US$ 11.000 por noite e seu  prato favorito é a massa “spaghetti alla bolognesa”.

O hotel organiza passeios de barco para conhecer a Costa Amalfitana e excursões para visitar fábricas de produção de limoncello, o famoso licor da região e fábricas de objetos feitos em cerâmica típica. Por fim, aproveite sua estadia na Costiera Amalfitana e hospede-se no Belmond Hotel Caruso. Será uma recordação para o resto da vida.

Texto e fotos: Maurício de Souza

Maiores informações:
www.belmond.com
@belmondhotelcaruso

Posts relacionados

Deixe uma resposta