A nova cara de Milão

16 maio, 2017

A capital da Lombardia oferece o melhor da moda, das artes e da gastronomia. Novidades como a Piazza Gae Aulenti e a Fundação Prada fazem os viajantes mais experientes ficarem de queixo caído e locais clássicos continuam seduzindo nômades globais. Especialista em viagens de luxo, nosso colunista Pedro Hering Bell revela aqui algumas de suas mais recentes descobertas na efervescente Milão.

Milão ganhou um upgrade que transformou o skyline da cidade, a Praça Gae Aulenti, no centro financeiro de Puorta Nova. Com 100 metros de diâmetro, formato circular e a seis metros acima do nível das ruas em seu entorno, a piazza mais futurista de Europa fica em frente à estação de Garibaldi e ao lado da badalada Corso Como, uma rua conhecida pela vida noturna e pelas lojas de moda, como a fantástica loja conceitual Corso Como 10. É lá também que situa-se o edifício mais alto da cidade, o Unicred Tower, além de outras construções avant-garde, como as duas torres residenciais com jardins verticais batizadas de Bosco Verticale.

Outra descoberta minha além da Praça Gae Aulenti é a Fundação Prada. Projetado pelo escritório OMA, do arquiteto Rem Koolhaas, a Fundação Prada integra sete edifícios já existentes (eram uma antiga destilaria construída em 1910) com três novas estruturas. Além dos espaços para exposições de arte, há também um auditório multimídia e o Bar Luce, idealizado pelo cineasta Wes Anderson. Para quem quer ter contato com o melhor da arte contemporânea mundial uma visita à Fundação Prada é obrigatória.

Home away from home

Ao lado da modernidade explícita da Piazza Gae Aulenti e da Fundacão Prada, locais como a icônica Praça do Duomo, a luxuosa Galleria Vittorio Emanuele, o descolado distrito de Brera e a região conhecida como Quadrilátero da Moda continuam imperdíveis. E é bem na região compreendida entre quatros ruas conhecida como Quadrilátero da Moda que fica um dos meus hotéis preferidos na capital italiana da moda, o Four Seasons Milano.

Localizado na Via Gesú, uma transversal da Via Montenapoelone, este hotel é um convento do século XV transformado em santuário urbano de luxo e conforto. Na mesma Via Gesú ficam lojas como Acqua Di Parma e Brioni, apenas para citar algumas. O Four Seasons foi construído em torno de um jardim, apresenta 68 quartos e 50 suítes em estilo clássico, além de um SPA assinado pela celebrada arquiteta italiana Patricia Urquiola.

O SPA oferece massagens e tratamentos em sete cômodos com fabulosos tetos abobadados construídos no século XIX, incluindo uma exclusiva suíte para casais, saunas e uma piscina indoor. Os produtos usados incluem os meus favoritos Swiss Perfection (os mesmos usados na Clinique La Prairie) para tratamentos faciais, além da linha Sodashi de óleos essenciais e Sarah Chapman para tratamentos contra o envelhecimento da pele. A academia do hotel apresenta equipamentos de ponta Technogym e estações de Kinesis. Indulge yourself.

Dos drinks no lounge Il Foyer ao jantar com vista para o jardim no concorrido e excelente restaurante La Veranda, o Four Seasons é um hotspot tanto para viajantes quanto para moradores locais. Aos domingos, o brunch servido no hotel é um dos mais concorridos de Milão. É recomendável fazer reserva.

Uma noite na ópera e bons drinks no Hotel Armani

No último verão europeu eu fui pela terceira vez no Teatro Alla Scala assistir a uma ópera. Este teatro construído em 1778 é minha parada obrigatória quando estou nesta metrópole que abriga cerca de 7 milhões de habitantes, sempre com uma excelente programação de óperas e ballets. Atualmente o Alla Scala oferece tradução simultânea em um monitor fixado na parte traseira da cadeira à sua frente, para quem não compreende a língua em que ópera é apresentada. Para quem se interessar o site do teatro é www.teatroallascala.org.

Outra programação bacana para a noite é conferir a “Sparkling Friday”, evento que ocorre às sextas-feiras no bar do über fashion Hotel Armani. O local é indicado para quem quer ver e ser visto e, é claro, a bebida “oficial” da cena é o champagne. Minha dica: agende um jantar no restaurante do hotel e depois siga para o bar. O único risco é dar de cara com o famoso estilista que dá nome ao local, que costuma jantar lá às sextas-feiras. Definitivamente Milão continua um espetáculo.

Texto: Pedro Hering Bell

Fotos: Pedro Hering Bell e Divulgação

Posts relacionados

Deixe uma resposta